frete grátis em compras para SP e RJ a partir de R$ 150

10% OFF com: PRIMEIRACOMPRA

Kombucha: guia completo para iniciantes

o que é o kombucha

Ah, Kombucha! São diversos os benefícios da bebida fermentada que virou mania entre os que buscam uma vida saudável, mas o chá probiótico ainda desperta muitas dúvidas:

O que é a Kombucha? Quais os benefícios? Como posso fazer em casa? Realmente faz bem para a saúde?

Calma! Vamos explicar tudo sobre a Kombucha, desde as propriedades até como fazer em casa – um verdadeiro manual para iniciantes.

Kombucha: guia completo para iniciantes

O que é o Kombucha?

Kombucha é uma bebida probiótica consumida há milhares de anos em todo o mundo.

É natural, tem propriedades desintoxicantes, é rico em enzimas, probióticos e ácidos benéficos, antioxidantes e nutrientes, como vitaminas do complexo B.

“Muitas são as histórias da origem do kombucha. Algumas são romantizadas, como a de que Maomé teria recebido o kombucha direto das mãos de Alá. O que se sabe ao certo, é que desde a época dos egípcios, o kombucha já era uma bebida presente tanto na casa dos trabalhadores, quanto nos palácios dos faraós”, explica Ana Castro, uma das maiores experts brasileiras no assunto, pesquisadora da fermentação selvagem e especialista em fermentação de alimentos há quase 10 anos.

Do que o Kombucha é feito?

O Kombucha é feito com chá, água, açúcar e SCOBY (colônia de bactérias e leveduras). É efervescente, refrescante, seu sabor é ligeiramente doce e levemente ácido.

Açúcar? Sim! Todo kombucha é feito com açúcar. Mas não se preocupe. O Kombucha tem muito pouco (se é que algum) açúcar quando o processo de fermentação acaba, já que ele funciona como alimento para a colônia.

Quais são os benefícios do Kombucha e por que devo consumir?

O kombucha é rico em probióticos, bactérias benéficas para o intestino. Você sabia que de 70% a 80% do nosso sistema imunológico está localizado no intestino?

Mas não para por aí. Ana Castro explica que é também “um alimento rico em vitaminas, minerais, ácido glucônico, aminoácidos e tantos outros”, com propriedades que auxiliam na:

  • Desintoxicação do fígado
  • Melhora da imunidade
  • Estimula o metabolismo
  • É antibacteriano e antiviral
  • Contribui na formação do ácido hialurônico como auxiliador no combate de artrites e artroses
  • Melhora a saúde intestinal, a disposição do corpo e da mente

Muitas pessoas acreditam que o Kombucha vem de um cogumelo. Mas o que realmente é o SCOBY?

SCOBY (ou colônia-mãe) é uma colônia de bactérias e leveduras que vivem em simbiose e fermentam o Kombucha.

“SCOBY é uma palavra derivada do inglês e significa Simbyotic Culture of Bacteria and Yeast ou Cultura Simbiótica de Bactérias e Fermentos. O kombucha, ou seja, suas colônias de bactérias e fermentos vivem em harmonia em uma panqueca, também chamada de cogumelo, que nada mais é que uma massa de celulose que serve de casa. Como essa “casa de celulose” se parece com um chapéu de cogumelo, acontece essa confusão, mas ele não vem do reino dos fungos ao qual os cogumelos pertencem”, explica Ana Castro.

kombucha receita

Há alguma recomendação para o consumo de Kombucha?

Depende. Quem consumir o kombucha da primeira fermentação, por exemplo, precisa beber muita água. Já para a segunda fermentação (a bebida aromatizada com sucos, especiarias ou outras infusões), não há contraindicações (mas sempre consulte seu médico e nutricionista).

“Beber Kombucha da primeira fermentação é um ato sério, pois é um alimento que age diretamente no fígado, colocando impurezas que se encontram há muito tempo presas no fígado para a corrente sanguínea, cabendo ao sistema excretor eliminá-las. Então, se você não bebe água, precisará começar a beber, para que o corpo consiga eliminar essas e outras impurezas. A segunda fermentação saborizada não traz tantos benefícios da primeira fermentação, mas também não há restrições para consumo”, recomenda Ana Castro.

É possível fazer Kombucha em casa?

O processo é muito simples, mas você precisará de paciência e cuidados de higiene adequados.

O Kombucha é incrível por sua simplicidade em fermentar por conta própria. Nosso papel é fornecer o que ele precisa para crescer (chá e açúcar) enquanto a cultura faz o trabalho duro.

Antes de tudo, precisamos ter o SCOBY em mãos. A forma mais comum de conseguir um é por doação (recomendamos a rede de doadores Probiótico Brasil).

kombucha guia

Já tenho o SCOBY! E agora? Como fazer o Kombucha?

A receita base da primeira fermentação do Kombucha é:

  • 1 Litro de água filtrada
  • 80g de açúcar cristal, refinado ou demerara (preferencialmente orgânico)
  • 5g de chá ou 3 saquinhos de chá (pode ser verde, preto, branco. Utilize chás da planta Camelia Sinensis)
  • 60ml de vinagre de maçã ou arroz ou líquido de Kombucha pronto

MODO DE PREPARO

  • Ferva a água em uma panela de aço inox ou vidro
  • Quando ferver, adicione o açúcar. A fervura irá parar. Aguarde começar a ferver novamente e marque 5 minutos. Após os 5 minutos, desligue o fogo e adicione o chá
  • Tampe a panela e espere esfriar completamente. Em um pote de vidro de boca larga, já limpo, adicione o chá coado e em temperatura ambiente, o vinagre ou líquido de kombucha, e gentilmente com as mãos limpas, o scoby
  • Cubra com um tecido leve (como pano de voal) e vede a borda com elástico. Deixe em um local onde não incida luz solar direta e sem movimento. Nunca feche o pote com tampa! A colônia precisa estar bem protegida de insetos e poeira, mas precisa de oxigênio para sobreviver
  • Aguarde aproximadamente 6 dias para provar o chá. Para experimentar, é só mergulhar uma xícara de vidro ou porcelana e retirar um pouco do liquido. O sabor final deve ser adocicado com um fundo avinagrado. Se ainda estiver doce, cubra e deixe fermentar mais. A fermentação ocorre em média de uma a duas semanas, mas vai depender da temperatura. Quanto mais frio o clima, mais tempo demorará
  • Enquanto fermenta irá nascer um novo scoby. Esse é o “filhote”. Em todas as trocas, um novo filhote irá nascer.
  • Com as mãos limpas, retire o scoby do vidro e reserve aproximadamente 1 xícara de kombucha. Este líquido será o acionador para a sua próxima produção
  • Enfim, você pode consumir seu Kombucha puro ou fazer a 2ª fermentação, onde poderá saborizar seu chá já fermentado com ingredientes simples e especiarias (vamos ensinar o passo a passo completo em um novo guia. Aguardem!).
  • Para consumir o kombucha puro, guarde em uma garrafa na geladeira
  • Com o scoby e o líquido do kombucha, recomece o processo
kombucha como fazer

CUIDADOS ESPECIAIS

  • Não utilize colheres e utensílios de metal para manusear o kombucha
  • Evite chás com aromatizantes
  • Descobrimos que o chá verde faz um kombucha mais ácido, enquanto o chá preto deixa a bebida um pouco mais doce
  • Depois de lavar bem suas mãos, você pode enxaguá-las com vinagre de álcool e água antes de manusear o scooby
  • Gostamos de esterilizar os potes de vidro com um pouco vinagre de álcool

DICAS EXTRAS: DURAÇÃO DA FERMENTAÇÃO

  • Fermentação mais curta = sabor mais doce
  • Fermentação mais longa = sabor mais avinagrado
  • Ambientes frios: precisam de fermentação mais longa
  • Ambientes quentes: fermentação mais curta
kombucha beneficios